Notícias

Samsung Galaxy S22+: Imagens e especificações surgem em antecipação ao anúncio oficial

Os rumores sobre os novos modelos da Samsung são cada vez maiores, com imagens partilhadas e especificações agora do Galaxy S22+. A Samsung revelou o seu novo processador Exynos 2200 com suporte a Ray Tracing nos smartphones.

O novo topo de gama da Samsung é um candidato sério a ser um substituto de um computador, pelo menos na maior parte do tempo. A caneta S Pen acrescenta um toque de Note e há muito para descobrir na fotografia e vídeo. Os modelos S22 e S22 + não ficam atrás nas novidades.

O ecrã Dynamic AMOLEDE de 6,8 polegadas tem a dimensão ideal para apresentar as fotografias, emails e textos mais longos ou mesmo folhas de cálculo, e o conforto para ler textos no browser. A Samsung melhorou o brilho para os 1.750 nits de forma a que mesmo em situações de grande luminosidade seja possível ver o que está no ecrã, e a tecnologia de Vision Booster adapta de forma dinâmica a visualização.

A caneta S Pen é uma adição bem vinda à linha Galaxy S e também aqui há melhorias a registar, com um melhor desempenho de toque e maior rapidez.  A Samsung diz que tem menos 70% latência, passando de 9 ms para 2,8 ms. Parece pouco mas nota-se mais fluidez e a  nossa experiência mostra que a escrita é muito natural. Continuamos a gostar especialmente do som de escrita ou desenho sobre papel que é reproduzido no bloco de notas quando fazemos rabiscos ou apontamentos.

Samsung Galaxy S22 Ultra, S22+, S22 and Galaxy Tab S8: Specs, Price,  Release Date | WIRED

Quem vai à frente tem a responsabilidade de continuar a inovar, e a Samsung mostra que há ainda margem de progressão nas principais características dos smartphones ditos “normais”, em oposição à nova categoria de dobráveis. Os novos modelos da série S22 vêm artilhados com novidades nas câmaras e na interligação ao ecossistema de acessórios de áudio e tablets, mas o S22 Ultra destaca-se pela integração da S Pen, a caneta que era uma das características que mais atraia os utilizadores do modelo Note que foi descontinuado. Vídeo de 8K, Space zoom de 100x e câmara de 108 MP continuam a fazer parte das especificações obrigatórias nos novos topo de gama da Samsung.

Os novos modelos são hoje apresentados oficialmente, numa conferência internacional que estamos a acompanhar em direto, mas o SAPO TEK já teve oportunidade de experimentar os novos equipamentos num evento reservado à imprensa. Apesar de serem apenas umas primeiras impressões, o que pudemos experimentar mostra sinais positivos para uma evolução na continuidade do que esperamos da Samsung, mas ficaram para pôr à prova as características mais diferenciadoras, especialmente no vídeo e na fotografia noturna.

Os três novos modelos da Samsung partilham algumas características e mantêm a tradição de apresentar um smartphone “normal”, o S22, um mais avançado, o S22+, e um topo de gama que volta a receber a designação de S22 Ultra. É aqui que a Samsung condensa o melhor da inovação, num topo de gama que é sem dúvida o mais poderoso da linha de smartphones até à data e que é uma verdadeira “máquina” para criatividade, podendo substituir muitas das funções de um computador, tablet, máquina fotográfica ou câmara de vídeo.

A Samsung ainda não marcou o seu primeiro evento oficial Unpacked do ano, mas tudo indica que seja no início de fevereiro. Até porque, como é tradição, os “sinais de fumo” adensam-se sempre que a data está para chegar: os habituais especialistas na partilha de rumores apontam as especificações técnicas e as imagens começam a circular. É um ritual anual, deixando a fabricante sem grandes surpresas por revelar no evento oficial.

O novo Galaxy S22+ não é exceção, aquele que será o modelo intermédio da nova família da Samsung, que tem vindo a ser alvo de fugas de informação. E hoje há novas imagens do equipamento que o 91Mobiles afirma como oficiais. Segundo o website, a nova família de smartphones será composta por três equipamentos: o Galaxy 22, o Galaxy S22+ e o Galaxy S22 Ultra.

Anteriormente já tinham sido reveladas informações do modelo Ultra, aquele que poderá ser a “reencarnação” do Galaxy Note, ao oferecer uma S Pen guardada no equipamento. Hoje foram partilhadas informações sobre a versão S22+. Olhando para as imagens, o smartphone oferece uma câmara frontal baseada num punch-hole central e uma moldura uniforme fina em torno do ecrã. Do lado direito estão concentrados os botões de volume e de energia. Já na parte traseira sobressai-se o módulo de três câmaras, alinhadas na vertical.

Segundo Ishan Agarwal, conhecido por partilhar informações antecipadas, o modelo terá no seu interior um processador Exynos 2200. O módulo de câmaras é composto por um sensor de 50 MP grande angular. É referido que as câmaras utilizam tecnologia Adaptative Pixel, composto por dois modos de captação de fotografias: 108 MP (no modo remosiac) e 12 MP “nonabinning”, ou seja, a possibilidade de combinar dados de 9 pixéis em um pixel maior com mais luz. As imagens são captadas em 12-bit. Na traseira terá assim uma câmara principal de 50 MP, juntamente com uma de 12 MP e 10 MP. A frontal para selfie será de 10 MP.

É ainda salientado o seu ecrã de 6,55 polegadas com um brilho máximo de 1.750 nits e taxa de refrescamento adaptativa. Terá ainda uma bateria de 4.500 mAh com suporte a carregamento rápido de 45 W através de USB-C. Fala-se ainda que o modelo terá 8 GB de RAM.

De recordar também que recentemente foram partilhados vídeos em antecipação a mostrar os três modelos da família Galaxy S22, embora fossem retirados. Um dos destaques é que o modelo Galaxy S22 Ultra poderia ter um módulo fotográfico com cinco câmaras, confirmado nas imagens. E que o seu sensor principal poderá ser de 200 MP, sendo o primeiro smartphone da Samsung a contar com a tecnologia da Olympus.

Novo processador Exynos 2200 introduz Ray Tracing nos smartphones

Os rumores sobre o uso do processador Exynos 2200 nos smartphones Galaxy S22 surgem no mesmo dia que a Samsung anunciou oficialmente o seu novo processador premium. Este conta com a arquitetura AMD RDNA 2 e o GPU Samsung Xclipse. A fabricante destaca a sua capacidade para o gaming, mas também uma performance geral nas aplicações e fotografia.

Exynos 2200

O processador é de 4 nm e assume-se como o primeiro a permitir uma experiência gráfica baseada em Ray Tracing em mobile. Tecnologia que atualmente dita o que melhor se faz a nível gráfico no PC e consolas de nova geração. Além de suportar conetividade 5G, o processador suporta resoluções de 8K a 60 FPS e 4K a 240 FPS em descodificação. Por outro lado, codifica imagens a 4K até 120 FPS e 8K até 30 FPS. Suporta ainda taxas de refrescamento até 144 Hz.

Nota de redação: Notícia atualizada com informação oficial do novo processador da Samsung. Última atualização: 10:07.

Fotografia à prova de newbies em situações de pouca luz

A Samsung chama-lhes Nightography e é um dos pontos destacados no Galaxy S22 Ultra, e que se estende aos outros dois modelos nesta gama. Entre a capacidade das câmaras fotográficas e o processamento de software por Inteligência Artificial, a empresa diz que a falta de luz para fotografias à noite deixa de ser um problema, quer nas imagens captadas com as câmaras traseiras quer com as selfies da câmara frontal.

O S22 Ultra tem um sensor de 2,4um que capta mais luz e informação, e com a gravação em Expert Raw todos os detalhes podem ser editados ainda no smartphone. A câmara traseira principal, de 108 MP, é acompanhada por uma ultra grande angular de 12 MP, e duas teleobjetivas de 10 MP, uma com zoom ótico de 3x e outra de 10x e abertura de f2.4 e f4.9. A câmara frontal tem 40 MP e uma abertura de f2.2. Isto resulta em fotografias mais nítidas, com mais luz e com a possibilidade de fazer um zoom de maior qualidade.

A estabilidade no vídeo é outros dos ganhos com as novas câmaras, assim como a capacidade de manter até 10 objetos focados num vídeo, ajustando o ângulo, uma tecnologia que a Samsung já tinha introduzido nos modelos Fold mas que era limitada a 3 objetos ou pessoas.

As mudanças são também feitas a nível do software com a tecnologia de Adaptative Pixel, que pode fundir 9 pixeis num só para máximo detalhe, o que se nota sobretudo em fotos captadas com pouca luz.

Na Europa os Galaxy S22 continuam a apostar nos processador Exynos, e o novo modelo de 4 nanómetros traz melhor desempenho, que é auxiliado pelo GPU e o novo NPU que foi desenvolvido em parceria com a AMD.

A bateria foi também otimizada, com uma capacidade de 5.000 mAH no  S22 Ultra, que a Samsung garante que dá para mais de um dia de uso intenso, que quer queremos experimentar no mundo real. Os modelos S22 e S22+  têm baterias de menor capacidade.

Ainda não é desta vez que a Samsung aposta em carregadores de maior eficiência, ficando-se pelos 45 W com cabo e 15 W sem fios. Ainda assim diz conseguir chegar aos 50% de carregamento em 20 minutos. É natural que as atenções se centrem no Galaxy S22 Ultra, que apresenta todo o leque de tecnologia que a Samsung conseguiu condensar nos seus novos smartphones, mas os modelos S22 e S22+ não ficam atrás em muitas áreas, apesar de terem arranjos de câmaras menos potentes, menor capacidade de bateria e dimensões mais reduzidas, e de não trazerem a S Pen.

Observa as imagens para ver mais detalhes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *